sexta-feira, 24 de março de 2017

Feira de produtores locais da Laguna

Você sabia que toda sexta-feira tem feira de
produtores locais no centro histórico da Laguna?

Tudo que é vendido ali é feito artesanalmente por eles mesmos, com alimentos vindos da própria terra. São produtores da Barbacena, Ribeirão Grande e Ribeirão Pequeno que vendem hortaliças, verduras, frutas, queijos, mel, biscoitos, nata, geleias, pães, bolos, salgados, carnes, salames e outros alimentos de tradição local.


“Aqui a gente planta o que dá na época. É coisa pura, que a terra nos dá, sem nada de veneno”, afirma José de Bem, conhecido como Deco, natural do Ribeirão Grande.

Comprar e consumir produtos vindos de produtores locais é uma forma de incentivar a economia da cidade. Além de ser uma maneira de você conhecer a fonte do que está consumindo.


Ivente Carboni, da Barbacena, acorda cedo e passa o dia anterior inteiro produzindo o que vende na feira. A produtora, que tem apoio da Epagri, traz alimentos integrais e sem aditivos químicos. São empadas, calzones, pizzas, barquetes, biscoitos, bolos, pães, bijajica (feito com amendoim), biroró (feito com batata doce), mel e geleias. “Posso garantir que tudo é produzido manualmente e com ingredientes que planto no meu terreno”, reforça.

Há cerca de quatro anos Ivete participa da feira e garante que já tem clientes fiéis, mas afirma que eles precisam de mais incentivo. “A estrutura precisa melhorar e assim atrair mais produtores. Essa feira poderia ser uma referência no centro histórico”, disse.

Carne local
Albertino Marcelino oferece na feira carnes de produtores da região, como costela suína, salame, linguiça, lombo suíno, torresmo e morcilha.
Com as denúncias desta última semana, divulgadas após a Operação Carne Fraca da Polícia Federal, fica o alerta. Busque consumir carnes de frigoríficos da região e procure conhecer a procedência.

Sustentabilidade
Afinal, fala-se tanto em sustentabilidade, mas na prática pouca gente sabe o que é. Mas você sabia que consumir de produtores locais e incentivar a economia regional é uma atitude sustentável? Esse hábito se perdeu com o tempo e a invasão dos industrializados.
Procure saber a fonte do que você consome e como ele é produzido. Isso ajuda a cidade em que você mora e produtores da região. É melhor para todos.

Serviço:
Local: Praça Paulo Carneiro, Centro Histórico, em frente ao Mercado Público.
Horário: Das 6h30 às 11h30

Fonte: PML/Fotos: Gisele Elis/Divulgação

quinta-feira, 23 de março de 2017

Vagas abertas para o curso de Libras

Um bate-papo sem palavras, as mãos como portadoras da comunicação. Assim serão as aulas de libras realizadas na sede da Associação de Pais e Amigos dos Surdos da Laguna (Alpas). 

As aulas, ministradas em parceria com professores da Ufsc, irão ocorrer na sede da entidade, no bairro Esperança, aos sábados, das 13h30min às 17h, com certificação. 
A Língua Brasileira de Sinais (Libras) é utilizada por deficientes auditivos para
 a comunicação entre eles e entre surdos e ouvintes. (divulgação)
O que é Libras?
A Língua Brasileira de Sinais (Libras) é utilizada por deficientes auditivos para a comunicação entre eles e entre surdos e ouvintes. A ideia do curso é promover a conversação e contribuir com a inclusão.
Na Laguna, conforme número da Associação, são aproximadamente 60 surdos. "Queremos unir forças para a inclusão cada vez maior dos surdos na sociedade", explica a presidente da Alpas, Crisiane Bez Batti. 

Quem pode participar
Podem participar pais, professores ou qualquer pessoa interessada em aprender ou conhecer mais sobre libras. 
O método não é apenas uma medida paliativa para se estabelecer algum tipo de comunicação com os deficientes auditivos, mas é uma língua natural como qualquer outra, com estruturas sintáticas, semânticas e morfológicas. A diferença básica é que ela também utiliza a imagem para expressar-se. 

Localização das mãos
Para determinar o seu significado, os sinais possuem alguns parâmetros para a sua formação, como por exemplo, a localização das mãos em relação ao corpo, a expressão facial, também a movimentação que se faz ou não, na hora de produzir o sinal entre outros. 

Outra particularidade simples, que facilita o entendimento da língua, os verbos aparecerem todos no infinitivo e os pronomes pessoais não serem representados, sendo necessária apontar a pessoa de quem se fala para ser entendido. Há ainda algumas palavras que não tem sinal correspondente, como é o caso dos nomes próprios. Nessa situação, as letras são sinalizadas uma a uma para expressar tal palavra.

Mais informações
Com Crisiane Bez no (48) 99800-0210 ou no (48) 98475-3428

Fonte: PML

Penitenciária: Audiência Pública será marcada

Na movimentada sessão de ontem da Câmara, o vereador Osmar Vieira (PSDB) também protocolou outro requerimento solicitando a realização de uma audiência pública a ser realizada sobre o projeto de implantação de uma penitenciária na Laguna.
A matéria foi aprovada por unanimidade, pelos 11 vereadores presentes.

Portanto, em data e local ainda a ser marcados (talvez o Centro Cultural Sto. Antônio), acontecerá audiência pública visando discutir a questão, mesmo que não haja até agora oficialmente um projeto ou documento enviado pelo governo do estado, a ser analisado.

A realização de um plebiscito chegou a ser ventilada por alguns vereadores, mas esbarrou no alto custo de sua realização.

Aumento de cargos comissionados: projeto foi rejeitado

Na sessão de ontem da Câmara de vereadores, também foi rejeitado em primeira votação por 8 votos a 3, o projeto 005/17, oriundo do Executivo municipal, que alterava o percentual de cargos comissionados por servidores efetivos, de 20% para 10%. 
O assunto já foi abordado aqui

quarta-feira, 22 de março de 2017

Por 8 votos a 3, criada CPI na Câmara para investigar denúncias contra prefeitura

Na sessão desta noite, vereador Osmar Vieira (PSDB), protocolou requerimento nº 107/17 para criação de uma CPI - Comissão Parlamentar de Inquérito.
O requerimento foi aprovado por 8 a 3, em votação nominal.
Foto: CML/Divulgação
A comissão é para investigar denúncias apresentadas pelo vereador Osmar, de possíveis irregularidades e ilegalidades na atual gestão, em licitações, contratações e pagamentos da prefeitura a empresas, por conta de restaurações e recuperações de vias públicas tendo em vista a enxurrada de 29 de dezembro do ano passado. Além da não publicação desses atos no Diário Oficial do município. 
Aditivos em contratos de anos anteriores em serviços de locação de software para a secretaria de Saúde, pagamento de combustível e aditivo no contrato para iluminação pública também constam do documento, que é dividido em seis partes.

O requerimento ainda traz denúncias da servidora pública estadual Simone Braga contra gestores da SDR, hoje agência de Desenvolvimento Regional, sobre possíveis irregularidades em licitações naquele órgão em 2016. O requerimento do vereador pede apuração dessas denúncias.

Sobre as denúncias da servidora, penso que a Câmara de vereadores não tenha competência jurídica para esse tipo de investigação. Caberia ao MP, Tribunal de Contas, TRE, e/ou Assembleia Legislativa. Aliás, foi o que argumentou o vereador Thiago Duarte (PMDB), que votou pela não aprovação ao requerimento.


Membros da comissão:
São membros da CPI os vereadores Adilson Paulino (PSD), Patrick Mattos Oliveira (PP), Rodrigo Moraes (PR), Rhoomening Rodrigues (PSDB) e Antônio Laureano (PMDB).

Votaram sim a CPI os vereadores:
Adilson Paulino(PSD)
Antônio Córdova Laureano (PMDB)
Cleosmar Fernandes (PMDB)
Osmar Vieira (PSDB)
Patrick Matos Oliveira (PP)
Peterson Crippa Silva (PP)
Rhoomening Rodrigues (PSDB)
Rodrigo Luz de Moraes (PR)

Votaram não a CPI os vereadores:
Kek Lopes Rosa (PP)
Rogério Medeiros (PP)
Thiago Alcides Duarte (PMDB)

Ausentes os vereadores:
Roberto Carlos Alves (PP) (Ausência justificada com atestado médico).
Valdomiro Barbosa de Andrade (PMDB).

Projeto cria novamente a secretaria de Pesca e Agricultura

Projeto de Lei Complementar 006/17 do Executivo enviado para apreciação e votação na sessão da Câmara de vereadores na noite de hoje, cria novamente a secretaria municipal de Pesca e Agricultura (Sepagri).

Com status de secretaria, ela havia sido extinta na gestão passada do prefeito Everaldo dos Santos, sendo mesclada à secretaria de Transportes e Obras do município, visando o enxugamento da máquina pública, conforme divulgado à época.

Pois o prefeito Mauro Candemil quer novamente a criação da secretaria de Pesca e Agricultura em seu governo. 
O objetivo, diz uma das justificativas apresentadas ao projeto “É criar a secretaria considerando o alto potencial para o desenvolvimento sustentável, familiar, artesanal e industrial, nas áreas da pesca e agricultura, sendo o setor pesqueiro e agrícola uma das principais atividades econômicas do município”.

Outra das justificativas apresentadas, é que ela atende “uma solicitação da comunidade pesqueira, produtores rurais e industriais e sindicato dos pescadores”.

São 8 novos cargos que serão criados
O organograma da nova secretaria de Pesca e Agricultura prevê, lógico, a criação de oito novos cargos em comissão na pasta. Um secretário, um adjunto, além de 2 gerentes e mais 4 cargos de Integrador. Sem falar numa secretária, motorista, aluguel...

É dessa maneira que se quer enxugar a máquina? Assim fica difícil.

A turma “são” fogo

Se o Brasil não é para amadores, como disse certa vez Tom Jobim, Laguna também não o é, numa lição que amargamente muita gente já aprendeu, e rapidinho, principalmente na política.

A turma na Laguna não “são” fácil, já dizia um velho deitado. No que outro complementava:
-A turma “são” fogo!

O pessoal aqui é capaz de reconhecer alguém que esteja “discostas”, à noite e a distância. Basta uma rápida olhada no corte de cabelo ou na maneira de andar.
Se tu leitor duvidar, se tu bobear, a turma te reconhece até pela tua bunda!

Cruz credo! Eu hein?

terça-feira, 21 de março de 2017

Sindicato dos servidores da prefeitura reuniu-se com vereadores

Reunidos na Sala das Comissões, na última segunda-feira (20), os vereadores Peterson Crippa (PP) e Rodrigo Moraes (PR), ambos, membros da Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final, receberam Azomar Miranda - presidente do Sindicato dos Servidores Públicos da Laguna, e o servidor Alex de Bem.


Na ocasião foram apresentados ajustes – pelo sindicato – ao polêmico Projeto de Lei Complementar 005/17, de autoria do Poder Executivo, que altera o percentual mínimo de servidores efetivos em cargos de comissão, de 20% para 10%.

Azomar Miranda, diz que o que se quer “ é garantir os direitos dos servidores públicos, aliado ao equilíbrio das contas públicas”.
“Esse encontro com Comissão foi muito proveitoso, tenho certeza que não faltará dialogo sobre o projeto. Saímos confiantes que o Poder Legislativo está fazendo sua parte”, acrescentou Miranda.

Os vereadores Rodrigo Moraes e Peterson Crippa comprometeram-se em apresentar uma emenda com os referidos ajustes ao projeto, que irá para primeira votação na sessão de amanhã.

O caldeirão vai ferver?

Notícias dos senadinhos da cidade hoje pela manhã, dão conta que o caldeirão político vai ferver na sessão desta quarta-feira (22) na Câmara de vereadores.

O que será que pode entrar em pauta na última hora para causar tão grande rebuliço? 

Atualizando às 19:35m 
1) Na pauta de reunião que foi divulgada hoje à tarde, constam apenas para primeira votação, o Projeto de Lei Complementar nº 006/17, oriunda do Executivo, que cria novamente a secretaria de Pesca e Agricultura. Na gestão anterior esta secretaria havia sido extinta e mesclada à secretaria de Transportes e Obras.

2) E a 1ª leitura do Projeto de Lei Complementar nº 005/17, também oriundo do Executivo, que altera o percentual mínimo para ocupação de cargos comissionados por servidores efetivos.

Repercussões sobre a manifestação

Dois jornais diários da região desta terça-feira destacaram, inclusive como matérias de capas, as manifestações de ontem à tarde contra a construção de uma penitenciária na Laguna.
Para ler o Diário do Sul aqui
Para ler o Notisul aqui

segunda-feira, 20 de março de 2017

Manifestantes protestam contra construção de penitenciária

Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico da Laguna, conforme amplamente divulgado, esteve reunido na tarde desta segunda-feira (20), a partir das 15 horas no auditório do Iphan.
(Fotos: Elvis Palma, Valmir Guedes Jr. e Gê Luiz Cunha)


Em pauta o absurdo projeto de construção da penitenciária industrial à entrada de nossa cidade.
A secretária estadual de Justiça e Cidadania, deputada Ada Lili Faraco de Luca, faria uma exclamação sobre o assunto. Era aguardada ansiosamente pelos presentes, mas não compareceu.
Foi comunicado aos participantes que a secretária estaria numa audiência com o governador. O secretário-adjunto Leandro Antônio Soares Lima esteve em seu lugar, apresentando dados técnicos e prestando esclarecimentos.

Na Praça Vidal Ramos, mais de 150 pessoas manifestaram seu repúdio à construção da penitenciária em nossa cidade, com apitos e vaias, inclusive a alguns membros do Conselho que já demonstraram de alguma forma apoio à obra. 
"Laguna unida jamais será vencida", "Leva para Içara", "Queremos empresas", "Laguna vai dar resposta nas urnas", "Penitenciária não, emprego sim" e "Não à penitenciária", eram algumas das frases escritas nos cartazes de protesto.


Prefeito Mauro Candemil também foi vaiado à sua entrada ao recinto e pode perceber sonoramente o repúdio veemente dos manifestantes (inclusive muitos eleitores seus que se consideram traídos com esse projeto) à construção da famigerada obra.

Para o vereador Peterson Crippa (PP) que é membro do Conselho, esteve presente na praça e também na reunião e é contra a construção, "A reunião foi pífia, uma fala bacana de um projeto ideal" disse Crippa.
"Eu acho que não deveria nem ter mais audiência pública, deveria matar isso na raiz, já que a proponente, a dª Ada nem compareceu", desabafou o vereador.

Na praça junto aos manifestantes também lá estiveram os vereadores Kek Lopes Rosa(PP), Tono Laureano (PMDB), Osmar Vieira (PSDB) e Rhoomening Rodrigues (PSDB), que já se manifestaram contra a construção da penitenciária.
Prefeito Mauro Candemil chegando para a reunião do Conselho
No fim e ao cabo, audiências públicas serão marcadas ou um plebiscito, a definir. Mas tudo será em caráter de urgência. 
O que se percebe é que há pressa, muita pressa, porque os R$ 36 milhões (valor primeiramente falado, agora já passou para R$ 46 milhões) poderão retornar ao governo federal ou o dinheiro irá para construção do presídio em outro município. Fala-se em São Bento do Sul.
Pois então que vá!



 
 




PSDB, PP e PR da Laguna emitem nota de repúdio à construção de penitenciária

O PSDB, PP e PR da Laguna emitiram na tarde desta segunda-feira (20), uma nota de descontentamento e desaprovação quanto à implantação da penitenciária industrial na Laguna, iniciativa da secretaria de estado da Justiça e Cidadania, através da secretária Ada de Luca.

Na nota, as lideranças dos partidos salientam: “Enquanto que o governo do estado discute a implantação de indústrias automotivas em outros municípios, em nossa cidade querem nos dar esse verdadeiro presente de grego”.

“Nosso município necessita de empresas que fomentem a geração de emprego, e não que afastem novos investimentos, quer por medo ou receio”, sublinha ainda a nota.

“Laguna não precisa de uma penitenciária, mas sim de empresas que gerem empregos, e não o caos e medo”, finaliza a nota.

Eis a íntegra da Nota Pública de Repúdio, que vem assinada pelo presidente do PP Fabio Kfouri Palma; Vilson Elias Vieira, presidente do PSDB, e vereador Rodrigo Luz de Moraes, presidente do PR:



Mamadores oficiais (e não oficiais)

Recebo e-mail dizendo e querendo ensinar como devo escrever este Blog - que já tem 11 anos e vai completar 500 mil acessos - e afirmando que eu somente deveria publicar notícias boas e positivas de nossa cidade.
Que a Laguna é linda, de belezas naturais, turísticas, de muitos encantos e blablablá...


Mas quem discorda disso?
Quantas vezes aqui neste Blog cantei em versos, prosas, poesias e fotografias a nossa Laguna? Basta ir aos arquivos no lado direito e constatar.
Mas ela é só isso, belezas naturais? Vivemos disso? Alimentamo-nos e respiramos belezas? Por acaso alguém come pedaços da Pedra do Frade? Lascas do Farol de Santa Marta? Bebe da água da Lagoa Santo Antônio dos Anjos?

Que responder a um sonhador? A um delirante? A um ingênuo? Ou a um pau-mandado?
Tem gente que quer fazer de uma feia realidade um mar de rosas. Vive em outra dimensão, numa redoma e quer que também façamos o mesmo, levando-nos pra esse mundo inexistente. Uma Pasárgada desejada por sua imaginação.

Essa gente quer viver (ou vive) no planalto, (alguns em andares altos de prédios ou de casas) esquecendo que a vida do povo é na planície, com seus variados problemas rasteiros, ervas daninhas, torpezas e baixezas.

Mas aí você vai analisar e descobrir quem é essa gente que só quer elogios e palavras bonitas sobre a cidade e aí entende tudo.

É gente que está mamando nas tetas da viúva. Alguns há tempos!
Na iniciativa privada seriam escorraçados – há quem já o foi – e não se criariam porque lhes faltam vontade de trabalhar, criatividade e inteligência.
  
Então arranjam boquinhas por aí, mamadores oficiais (e não oficiais) sempre em defesa de seus chefes. Puxando e babando sacos aqui e acolá. 

O Ministério da Saúde adverte:
Engolir sapos, tapar os olhos e fechar o nariz pra fedentina faz mal para o coração. Ser proibido – por causa de um cargo seu ou de seu filho ou esposa - de comentar e de se manifestar sobre os problemas da cidade aumenta o colesterol e causa pressão alta!

Que belezas e notícias positivas da cidade que nada! Não ligam para isso, mentirosos e hipócritas. Estão verdadeiramente é de olho nos seus bolsos e em seus interesses. Só isso. Simples e triste assim.

Como diz Luiz Carlos Prates, o ser humano é uma lata de lixo.

domingo, 19 de março de 2017

Ele voltou, ele voltou, o Mala voltou!

Aceitando um desafio do radialista e colunista João Carlos Wilke, o conhecido José Alves Fernandes, o Mala, artista, carnavalesco, decorador e professor, retornou às páginas do bissemanário O Correio, de propriedade de Paulo Sérgio Silva.

Na edição deste sábado, Mala está mais picante do que nunca para a alegria de seus inúmeros leitores, que adoram suas tiradas.

Entre seus escritos de uma página estão: “Anônimos covardes e sem caráter”; “Essa coisa de cartinha anônima”; “Às escondidas não dá certo”; “Uns são covardes anônimos, outros escancaram e metem o pau por onde pegar”.

- Ah! Mala não para mais, não para!

sábado, 18 de março de 2017

R$ 400 mil de aditivo para iluminação pública? Não é muito não?

Prefeitura deveria explicar melhor ao pobre do contribuinte lagunense, quais os motivos que levaram a assinatura de um aditivo no último dia 15 de fevereiro, no valor de R$ 398.679,84 ao contrato nº 025/2016 com a empresa que faz a manutenção da iluminação pública no município.
O valor total agora do contrato é de R$ 2.148.679,84. Antes era de R$ 1.750.000,00, por 12 meses.

Fala-se em “acréscimo de itens a serem executados do valor inicial do contrato”, conforme parecer 030/2017. Mas, convenhamos, não é um valor muito alto para uma prefeitura que se diz quebrada e sem dinheiro para o mínimo, saúde, educação? Para uma prefeitura que diz não ter R$ 12 mil mensais para pagar a iluminação da ponte Anita Garibaldi?

Algum nobre vereador da nossa colenda Câmara, sempre muito atento aos interesses dos munícipes, na próxima sessão não questionará o fato, exigindo melhores e detalhadas explicações por parte do Executivo? Aguardemos.

Membros do Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico da Laguna:

Eis a relação dos representantes de entidades e do poder Executivo e Legislativo da Laguna que tomaram posse no dia 31 de janeiro deste ano no Conselho Municipal do Desenvolvimento Econômico da Laguna. 
A composição do Conselho tem 36 membros titulares, sendo 8 do Executivo, 2 do Legislativo e as 26 cadeiras de entidades da sociedade civil organizada. A diretoria foi eleita por aclamação no dia 14 de fevereiro para um mandato de dois anos:
São eles que estarão reunidos na próxima segunda-feira (20), com a secretária de Justiça e Cidadania, Ada de Luca tratando do assunto construção de penitenciária na Laguna

Presidente: José Antônio da Silva Santos
Vice-presidente: Vilson Roberto da Silveira Medeiros
Secretária: Silvânia Cappua Barbosa

Os membros do Conselho: 

Oito representantes do Poder Executivo

Titulares
Silvânia Cappua Barbosa
Patrick Paulino de Souza
Inácia da Rosa Machado
Márcio José Rodrigues Jr.
Elias Vieira
Gustavo Ramos Sant'Anna
Gustavo Henrique
Antônio Cláudio Quirino Ramos

Suplentes
Claudione Medeiros
Jonathan Nascimento Ovídio
Aline Trichês Savi
Francine Stapassoli Remor
Thiago Nedeff Mendes
Tonison R. Chanan Adad
Valéria Olivier Alves
Anselmo Fábio de Moares

Dois representantes do Poder Legislativo
Peterson Crippa da Silva
Rodrigo Luz de Moraes

12 (doze) representantes das regiões comunitárias no desenvolvimento do Plano Diretor Municipal
· Sociedade Amigos da Praia da Tereza
Felipe de Sá Siebert
Higino Bittencourt

· Associação Amigos da Praça Nelson Moreira Neto
Jeferson Soares Bicca
Paulo de Souza Guimarães

· Associação de Moradores do Bairro Jardim Juliana
Maria Regina Medeiros
Ramon Rocha de Bem

· Associação de Conservação e Educação Ambiental – Entremares
Olinir Borba Passos
Edilando de Moraes

· UAPI - Associação de Pescadores da Região da Ilha
Maria Aparecida dos Santos Ramos
Maria Regina Meura Passarela

· Associação de Moradores e Amigos de Bentos
Simião Souza Canto
Fabiana Militão Pereira

· Associação da Comunidade Pesqueira da Travessa Pedro Rosa (Magalhães)
Camilo José Francisco
Juaci Damião Alves

· LIBLOL - Liga Independente dos Blocos Carnavalescos e Culturais de Laguna
Manoel Francisco Leal
Luis Filipe Fernandes de Rezende

· Associação Recanto dos Arcanjos
Miguel dos Santos Oliveira
Paulo Manoel Barcelos

· ACUSTRA - Associação Cultural, Social e Terapêutica da Região da AMUREL
Nelsoli Rogério Rodrigues
Andréa Prates Pacheco Luckina

· ASSAPIL - Associação de Aposentados, Pensionistas e Idosos de Laguna
Valmir Teles de Santana
Antonio Carlos de Oliveira

· Grupo Renascer da Terceira Idade
Edna Carlos Rodrigues Luz
Leda Maria Neves

 5 (cinco) representantes do setor do Comércio e Serviço e Indústria
· CRECI - Conselho Regional de Corretores de Imóveis
Alvino José Junior
Gil Ungaretti Neto

· OAB - Ordem dos Advogados do Brasil
Vilson Roberto da Silveira Medeiros
Roberto de Bem Ramos

· ACIL - Associação Empresarial de Laguna
Patrik da Silva Paulino
Marcelo Wisintainer Lopes

· CDL - Clube dos Diretores Lojistas
Ondina Silveira
Sirlei Mendes Espindola

· SINDILOJAS - Sindicato do Comercio Atacadista e Varejista de Laguna
Natanael Wisintainer
Samir Azmi Ibrahim Muhammad Ahmad

Dois representantes de associações de moradores de Laguna
· Associação de Moradores da Vila Francisco de Assis Soares - COHAB do Mato Alto
Madalena Savio de Souza Paz
Vilson Dorneles Alves

· Associação de Moradores do Mar Grosso
Manoel Olavo da Rosa Remor de Souza
Eduardo Santos Duarte

Dois representantes de Sindicatos
- Colônia dos Pescadores Z14
Andresa Vicente de Souza
Antônio Manoel de Souza

· Titular Sindicato dos Bancários / Suplente SINDPESCA Laguna
Robson Fernandes
Gilberto Fernandes da Silva

Dois representantes de Entidade Não Governamental
· SOLPRA - Sociedade Lagunense de Proteção aos Animais
Ivana Secarechi
Eliana Viola da Silva Monticeli

· IABF - Instituto Ambiental Boto Flipper
José Antônio da Silva Santos
Arnaldo D'Amaral Pereira Granja Russo

Dois representantes de órgãos responsáveis pela proteção histórica e cultural do município
· Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional
Fabiano Teixeira dos Santos
Vladimir Fernando Stello

· Sesc- Serviço Social do Comercio
José Eduardo Fernandes de Oliveira
Edyara Silveira

Representante indicado por entidade vinculada à educação, pesquisa e cultura
 Udesc - Universidade do Estado de Santa Catarina
Renata Rogowski Pozzo
Gabriela Morais Pereira

Everaldo no PSD?

Comentários nos senadinhos políticos da Laguna na manhã deste sábado, dão conta que o ex-prefeito Everaldo dos Santos estaria propenso a se filiar no PSD, o partido do governador Colombo. Negociações políticas já estariam bem adiantadas.

Se tal acontecer, seria interessante e digno de um registro (clic) fotográfico de Elvis Palma para posteridade, o momento exato em que o presidente do PSD da Laguna, ex-vereador Andrey Pestana de Farias, abonasse a ficha de filiação de Everaldo.
Até porque Andrey foi um crítico ferrenho durante quatro anos da gestão do ex-prefeito. Engolirá mais esse sapo?

Projeto para penitenciária continua

Para quem pensa que o Projeto para construção de uma penitenciária na Laguna naufragou ou está em banho-maria, o Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico da Laguna está convocando seus 36 membros para uma reunião extraordinária na próxima segunda-feira (20), às 15 horas no auditório do Iphan.

Em pauta o famigerado projeto de construção da penitenciária industrial à entrada de nossa cidade.

A reunião vespertina, em plena tarde de uma segunda-feira, contará com a presença da secretária estadual de Justiça e Cidadania, deputada Ada Lili Faraco de Luca, “a fim de esclarecer melhor o projeto e sanar dúvidas”, informa o edital.

O Conselho de Desenvolvimento é presidido por José Antônio da Silva Santos, vice-presidente Vilson Roberto da Silveira Medeiros e secretária Silvânia Cappua Barbosa.

Reunião não é aberta ao povo

“Não se trata de uma audiência pública”, enfatiza o edital do Conselho, portanto a reunião não é aberta à sociedade em geral, podendo dela participar somente os membros do Conselho.

sexta-feira, 17 de março de 2017

Labanowski assume como adjunto do Planejamento

Engenheiro André Labanowski, lagunense, morador do Balneário Mar Grosso, que já vinha prestando - sem remuneração  -relevantes serviços na gestão de Mauro Candemil, foi nomeado secretário-adjunto da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Econômico Social.
Portaria de nomeação foi publicada no Diário Oficial de hoje, com data de 7 de março de 2017.

Labanowski é funcionário aposentado da Casan e um dos grandes batalhadores pelas causas da Laguna, profundo conhecedor dos problemas de infraestrutura, hidrossanitário e ambiental de nossa cidade.

Eis um nome que inspira credibilidade e que temos certeza virá a somar e será de grande valia no atual governo, pela sua experiência, inteligência e discernimento.

Everaldo sai do PMDB

Ex-prefeito Everaldo dos Santos cumpriu o que prometeu e em ofício ao presidente do PMDB local, Giocondo Tasso, requereu no dia de ontem, com data de recebimento de hoje, sua desfiliação do partido no qual militou por muitos anos. Há quem fale que seu futuro será no PSDB.

PS: Será que agora, com sua desfiliação do PMDB, finalmente ficaremos sabendo qual é a dívida, o passivo da prefeitura que a atual gestão de Mauro Candemil herdou?

quinta-feira, 16 de março de 2017

Projeto reduz recesso dos vereadores

Projeto de Emenda à Lei Orgânica 0002/17, que reduz o recesso dos vereadores da Laguna de 90 para 55 dias, já está em tramitação no Poder Legislativo desde a Sessão Ordinária desta quarta-feira (15), e deve ir à 1ª votação na Sessão Ordinária da próxima quarta-feira.

A autoria do projeto é do vereador Cleosmar Fernandes (PMDB) – presidente da Câmara – e mais quatro parlamentares: Rodrigo Moraes (PR), Patrick Mattos de Oliveira (PP), Adilson Paulino (PSD) e Kleber Roberto Lopes (PP).

Atualmente o recesso é de 15 de dezembro a 15 de fevereiro, e de 1° a 30 de julho, somados chegam há 90 dias. Com a nova proposta o recesso ficaria reduzido há 55 dias, sendo de 23 de dezembro a 1° de fevereiro e de 18 a 31 julho.

Na justificativa, o vereador Cleosmar Fernandes destacou que o Projeto de Emenda à Lei Orgânica tem a mesma redação da Lei contida na Constituição Federal, no artigo 57, que regulamenta o recesso parlamentar. “Não estamos fazendo nada além do que o Congresso Nacional tem de recesso. É o suficiente. Noventa dias é muita coisa. Precisamos é trabalhar para o crescimento da nossa cidade. Ainda assim, com o recesso, o Poder Legislativo não ficará fechado, se formos convocados pelo prefeito para votar projetos com urgência, estaremos reunidos em Sessão Extraordinária, sem ônus nenhum para municipalidade” disse Fernandes.

Se aprovado, o Projeto de Emenda à Lei Orgânica 0002/17, será promulgado pela Mesa Diretora da Câmara e já passa a valer para o recesso de julho deste ano.

Troca-troca

Nas rodas políticas comenta-se que o vereador Roberto Carlos Alves (PP), deve entrar em licença e em seu lugar assumir o primeiro suplente do partido, Octávio (Tavinho) Pereira.

De novo?

O comentário nos senadinhos da Laguna é que o ex-secretário de Turismo na gestão passada, jornalista Iberê Aguiar, muito amigo do ainda deputado Edinho Bez, estaria retornando à prefeitura de nossa cidade, agora como secretário municipal da Assistência Social e Habitação.

Será? Mas ele tem formação na área?

Jogo duplo?

Muitos eleitores têm constatado que tem vereador que assina e até aprova certos projetos e requerimentos e depois vai pras redes sociais e ruas criticando esses mesmos projetos e requerimentos.

Daqui pra frente quando isso se repetir, vamos dar os nomes e partidos.

Sai ou não sai?

Ex-prefeito Everaldo dos Santos afirma aos microfones das rádios que vai se desfiliar do PMDB. Se sente traído e abandonado pelo partido. Primeiro porque foi preterido em sua candidatura à reeleição e também por não ter assumido como secretário da Agência Desenvolvimento Regional (ADR), conforme acordo costurado, diz ele.

Há que aposte que isso não vai acontecer e que tudo não passa de um blefe bem jogado para valorizar seu passe. Além do mais, essa conversa já foi ouvida antes da eleição de outubro do ano passado, quem não lembra?

Aliás, desde o dia 7 de março o ex-prefeito, funcionário de carreira da Casan, está à disposição do gabinete da deputada estadual Dirce Heiderscheidt (PMDB), lá em Florianópolis. Mas pode ser encontrado facilmente pelos seus eleitores pelas ruas da Laguna.

Na Garibaldi, entrevistado por Onildo Corrêa

Na terça-feira (14/3) como já informei aqui, participei do programa Jornal da Garibaldi, na tradicional emissora de nossa cidade, apresentado pelo radialista Onildo Corrêa.

O assunto preponderante foi o meu mais recente livro “Mário José Remor – Retrato de uma época”, que aborda o período de gestão do ex-prefeito Remor.
O assunto desperta até hoje atenções porque se pode traçar um paralelo de comparação com as mais recentes administrações da Laguna.
Onildo Corrêa, João Carlos Wilke e Valmir Guedes Jr.
Inteligente, perspicaz ao microfone, Onildo Corrêa soube abordar os tópicos mais interessantes nas perguntas, além de deixar o entrevistado bem à vontade na explanação.

Outros assuntos também foram enfocados, mesmo que ligeiramente e o telefone não parava de tocar, demonstrando a grande audiência do Onildo e de seu programa matinal, das 9 às 11 horas.

Quem passou por lá para uma breve visita e um abraço foi João Carlos Wilke, lenda viva do nosso rádio e que marcou época na radiofonia da Laguna. Faz falta e merece retornar aos microfones.

Meus agradecimentos ao Onildo Corrêa pelo honroso convite e pela maneira educada, lúcida e inteligente em que fui entrevistado. E até uma nova oportunidade.